Início / Comunicação / Notícias / Centro UNESCO para a Salvaguarda do PCI em Beja
Inauguração
Centro UNESCO para a Salvaguarda do PCI em Beja

Protocolado a 6 de junho de 2016, o Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial em Beja (CEUSPCI) abre agora portas no edifício emblemático do antigo Clube Bejense, na próxima quarta-feira, dia 12 de julho de 2017.

Este Centro resulta de uma vontade expressa do Município de Beja, da UNESCO, e parceiros como a Direção Regional de Cultura do Alentejo, o Centro Nacional de Cultura, a Fundação Aga-Khan, o CENA - Sindicato dos Músicos, dos Profissionais do Espectáculo e do Audiovisual, a MODA - Associação do Cante Alentejano e a Confraria Gastronómica do Alentejo, em salvaguardar e promover as várias manifestações do património cultural intangível.
Num momento em que, resultado das últimas inscrições portuguesas na Lista Representativa da UNESCO, o Património Cultural Imaterial ganha um espaço de reconhecimento cada vez mais amplo na consciência coletiva, o CEUSPCI pretende assumir a missão de potenciar essa consciência, procurando a sua integração no trajeto de vida das populações.
A inventariação de práticas e saberes populares, a promoção do Cante Alentejano e outras manifestações musicais tradicionais, valorizando os portadores de memória e sabedoria de inegável valor universal, são alguns dos objetivos que este Centro UNESCO pretende assumir.
A criação deste Centro deve ser, por isso, vista como uma reação à crescente debilidade demográfica do interior, em particular do Alentejo, que partindo da valorização das suas gentes pretende projetar uma sociedade para o futuro ancorada nas práticas e memórias que estes patrimónios imateriais evocam.
As atividades de dia 12 de julho, dedicado à inauguração do Centro UNESCO, terão início pelas 9h30 com o atelier para crianças "Caçadores de Histórias", promovendo o contacto destas com artesãos locais, e continuará com uma cerimónia agendada para as 18h00, no edifício do antigo Clube Bejense, Rua do Sembrano, 74. Terá ainda lugar a apresentação da exposição fotográfica Cante: Alma do Alentejo da foto-jornalista Ana Baião e um apontamento musical a cargo das Vozes Búlgaras Angelite e Cantadores do Desassossego que atuam no mesmo dia, pelas 22h00, na Praça da República, com a participação de António Zambujo.

Fotografia: Ana Baião
Fonte do artigo: Direção Regional de Cultura do Alentejo

Publicada em 10 Julho 2017
Sponsors